Por que a maioria dos planos de saúde agora cobrem atendimento psicológico?

O Brasil é um dos países que mais sofre com transtornos mentais como a ansiedade e a depressão. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), antes mesmo da pandemia, mais de 12 milhões de brasileiros já apresentavam sintomas de depressão.

Com a pandemia, os casos de depressão aumentaram em 90%, segundo dados da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). A pesquisa da instituição também mostrou que entre maio e julho de 2020, 80% dos brasileiros ficaram mais ansiosos.

Por conta da situação atual, o reforço sobre os cuidados com a saúde mental cresceu demais durante a quarentena. E muitos planos de saúde passaram a promover a ideia de atendimento psicológico. Se você não sabe se o plano de saúde da sua empresa cobre atendimento psicológico, entre em contato com o departamento de RH da sua empresa e tire suas dúvidas.

Ter que lidar com todos os problemas do cotidiano em momentos tão difíceis como estes é algo desafiador. Para te ajudar a entender se o seu plano de saúde cobre atendimento psicológico, respondemos algumas perguntas importantes, confira:

Quando o plano de saúde cobre atendimento psicológico?

De acordo com o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde estabelecido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), os planos de saúde privados ficam obrigados a conceder, pelo menos, 40 sessões com um psicólogo para os clientes no período de 1 ano.

As sessões incluem consultas, realização de exames e acompanhamento psicológico para os clientes que tiverem esse tipo de assistência contratada. Na prática, o cliente tem direito a ter quase que um encontro por semana com um psicólogo

O número de 40 sessões é a quantidade mínima exigida pela ANS, mas nada impede que a operadora do seu plano de saúde lhe conceda mais consultas durante o ano. Por isso, ligue para a sua operadora para saber exatamente a quantas sessões você tem direito conforme as cláusulas do seu plano.

Também é importante destacar que as sessões com psicólogos realizadas durante uma internação hospitalar não entram na conta das 40 sessões por ano.

Além disso, a ANS também garante a cobertura mínima de 18 sessões por ano de psicoterapia, médico indicado para pacientes com síndromes comportamentais e problemas relacionados ao desenvolvimento psicológico e à dependência química.

Como funciona o atendimento psicológico nos planos de saúde?

De acordo com as normas da ANS, o atendimento psicológico se divide em três tipo de cobertura: consultas e sessões com psicólogos, terapeutas ocupacionais e sessões de psicoterapia.

Para ter acesso ao atendimento psicológico, o paciente deve apresentar transtornos de humor ou desenvolvimento psicológico, transtornos delirantes como esquizofrenia e síndromes comportamentais.

Por que é importante que os planos de saúde cubram o atendimento psicológico?

De forma totalmente equivocada, muitas pessoas ainda associam o tratamento psicológico com a loucura. Esse é um grande mito! Qualquer pessoa pode apresentar algum transtorno mental ao longo da vida e assim como outras doenças, elas devem ser cuidadas por um médico, pois possuem tratamento.

Confira abaixo os principais motivos para os planos de saúde cobrirem o atendimento psicológico:

Ter uma vida normal, mesmo tratando transtornos mentais

Pessoas com ansiedade ou transtorno bipolar, por exemplo, podem ter uma vida normal quando estão sendo acompanhadas por um psicólogo. Esses transtornos não impedem a realização de nenhum tipo de atividade corriqueira, basta que o paciente siga o tratamento à risca e possa fazer tudo o que deseja, sem restrições.

Depressão e ansiedade podem prejudicar o nosso bem-estar

A qualidade de vida é um dos bens mais preciosos em nossa vida. Transtornos como a ansiedade e a depressão podem ser altamente prejudiciais ao nosso bem-estar. Estudos mostram que a depressão é uma das principais causas de invalidez em todo o mundo.

Estes transtornos afetam o humor e comportamento das pessoas e isso pode trazer consequências extremamente negativas tanto na vida pessoal quanto na vida profissional. Por isso, contar com atendimento psicológico no plano de saúde é tão importante para o bem-estar.

Dependência química pode ser tratada com atendimento psicológico

O vício em álcool e outras drogas ilícitas pode causar o desenvolvimento de outros transtornos mentais e delirantes como a depressão e a esquizofrenia. Por isso, ter um plano de saúde que cubra o atendimento psicológico é tão importante. A dependência química deve ser enfrentada de frente pelo paciente com o acompanhamento de um psicólogo.

O que fazer caso o seu plano de saúde não queira cobrir atendimentos psicológicos?

Nestes casos, você deve entrar em contato com a central de atendimento da ANS e fazer uma reclamação contra a operadora do seu plano de saúde. O atendimento é rápido e bastante efetivo.

Geralmente, as reclamações são solucionadas em questões de horas ou em até dois dias úteis. Lembre-se sempre que o atendimento psicológico é uma cobertura obrigatória dos planos de saúde, então não tenha receio, entre em contato com a ANS caso seja necessário e cobre este auxílio sempre que precisar.

Você pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *