Tecnologia, inteligência artificial e o futuro da saúde

O avanço da tecnologia está transformando a realidade de hospitais, centros médicos e clínicas. 

As constantes mudanças, além de oferecerem diagnósticos mais precisos, também estão trazendo mais segurança, conforto, economia e gerando retorno financeiro positivo para as instituições.

Mas como identificar as oportunidades e quais as principais necessidades que o setor vai demandar diante dessas mudanças?

É o que explicamos neste artigo, acompanhe!

A transformação silenciosa do armazenamento na nuvem

O uso da tecnologia na realização de exames de diagnóstico, de tratamentos e acompanhamento de pacientes tem provocado uma série de mudanças positivas no setor de saúde.

Sendo que a agilidade é uma das principais mudanças que estão causando impacto nos processos das instituições e na rotina dos pacientes.

A começar pelo uso do armazenamento na nuvem, que veio para trazer mais segurança no armazenamento de exames, de dados sensíveis de pacientes e ainda gerar redução de custos para as instituições eliminando a necessidade de hardwares.

Uma pequena mudança capaz de causar grandes transformações na rotina dos centros médicos. A migração do armazenamento físico para a nuvem representa a primeira grande mudança vivida pelo setor.

O armazenamento na nuvem dá adeus aos servidores locais que ocupavam espaço físico nas clínicas e centros médicos, oferece mais segurança para guardar informações e torna mais fácil que instituições armazenem os exames pelo período de 20 anos.

Além disso, o armazenamento na nuvem elimina os gastos com a equipe de TI no local, o que representa uma grande economia para os gestores.

Telemedicina e a emissão de laudos à distância

A evolução da tecnologia trouxe um novo cenário para a medicina mundial.

Agora, as instituições podem contar com a disponibilidade de médicos especialistas de qualquer parte do mundo, fazendo diagnóstico e emitindo laudos online à distância a partir das plataformas de telemedicina.

Quem ganha são pacientes, que podem contar com atendimento mais ágil, em qualquer dia e horário, inclusive nos fins de semana e feriados, e também as instituições médicas que podem reduzir os custos com profissionais.

Ao investir nas plataformas de telemedicina, as instituições têm a oportunidade de pagar por laudos emitidos, ou seja, somente quando o paciente é atendido, ao contrário da realidade do atendimento local, em que muitas vezes médicos recebiam por horas mesmo sem pacientes para atender.

A emissão de laudos à distância por meio da telemedicina também amplia o acesso a saúde em pequenas e médias cidades. Por muitas vezes, pacientes destes locais eram prejudicados pela ausência de especialistas e médicos sub-especializados, o que acabava atrasando o diagnóstico e início do tratamento.

Neste novo cenário, as plataformas de telemedicina possibilitam que as instituições e pacientes possam contar com médicos à disposição, de qualquer lugar do mundo para avaliar exames, analisar histórico e emitir laudos seguros à distância.

Instituições mais integradas e eficientes

Outro benefício da tecnologia e do armazenamento na nuvem é que as plataformas como o sistema PACS e DICOM passarão a ser fundamentais para as instituições que desejam oferecer atendimento mais eficiente aos pacientes.

Os sistemas na nuvem, além de seguros, permitem o compartilhamento de imagens de alta resolução, eliminando o atrito existente quando instituições diferentes com diferentes sistemas compartilham arquivos de pacientes.

Inteligência artificial na saúde

Por fim, a Inteligência Artificial na saúde será o grande aliado para aprimorar diagnósticos, tratamentos e prestar apoio ao trabalho de médicos na identificação de alterações em exames.

Por meio de algoritmos treinados, médicos já começaram a contar com uma segunda opinião, com desempenho igual ou superior ao dos profissionais, oferecendo ainda mais acurácia na identificação e tratamento de doenças como câncer e tumores.

Dessa maneira, a Inteligência Artificial vem para reduzir e até mesmo eliminar erros e ruídos, aumentando a chance de sucesso nos tratamentos.

Com as mudanças provocadas pela tecnologia e com o ritmo acelerado de digitalização imposto pela pandemia, o setor de saúde vive um processo urgente de transformação.

Aos empresários e gestores, cabe observar as oportunidades para explorar as novas demandas que surgirão a partir da mudança de clínicas tradicionais que passarão a ser digitais.

Treinamento, implementação, capacitação de profissionais, integração de sistemas, migração para o armazenamento em nuvem, procura por plataformas de telemedicina, entre outras coisas, são algumas das principais mudanças que devem movimentar o setor nos próximos anos.

Você pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *