Dor no ombro: entenda as principais causas e qual médico procurar

O ombro é a parte do corpo humano que tem a articulação mais flexível justamente para conseguir realizar todas as suas funções de movimento. As estruturas que formam os nossos ombros são compostas por ligamentos, bursa, tendões, úmero, clavícula, músculos e a escápula. O ombro é uma articulação que não foi feita para suportar muita carga ou fazer movimentos com pesos muito grandes. Sua função é única e exclusivamente para auxiliar os nossos braços e coluna a realizar movimentos.

Com o avançar da idade é normal que alguns problemas comecem a surgir nessa região do corpo. Estima-se que entre a idade dos 45 até os 65 anos as consequências de décadas de movimento contínuo no ombro comecem a apresentar suas falhas. Mais presente nas mulheres, os cientistas suspeitam que seja por conta de questões hormonais.

Contudo, jovens também podem apresentar dores no ombro. Atletas ou pessoas que realizam atividades que exijam muito dessa região ou que ainda façam movimentos repetitivos, podem também gerar problemas no ombro. Por isso, vamos discutir os tipos de dores nos ombros e seus tratamentos.

Tipos de dor no ombro

Os problemas encontrados nos ombros podem ter fins traumáticos ou não traumáticos. Os traumáticos estariam ligados a lesões ocasionadas por algum trauma ou acidente e as não traumáticas a desgastes e inflamações das articulações e dos tendões.

Dor no ombro e braço

Acompanhada de vários sintomas, a dor no ombro que irradia para o braço pode estar ligada a vários problemas. Esse sintoma é mais comum quando o paciente tem uma hérnia na cervical, ou seja, no pescoço. A hérnia no pescoço pode interferir nos movimentos articulares do ombro e chegar até os cotovelos ou até mesmo ao todo braço.

O problema também pode ser de origem inflamatória, como a tendinite que pode ocasionar uma dor no ombro ao levantar braço ou dor no ombro e cotovelo. Há ainda a possibilidade de a pessoa ter lesão no manguito rotador que é o que ajuda a estabilizar o ombro.

Dor no ombro e costas

A dor no ombro e nas costas pode ter uma causa simples, como um cansaço da musculatura após carregar peso ou exercitar muito essa região, mas também pode ter origem de algo mais grave como uma bursite.

Uma dor no ombro ao respirar pode também ser um sintoma da bursite, de algum deslocamento na coluna, no próprio ombro ou até mesmo de um ataque cardíaco. Por isso, deve-se procurar um médico caso a dor persista.

Dor no ombro direito (ou esquerdo) que irradia para o pescoço

Essa costuma ser a dor mais frequente de quem tem algum problema no ombro. Normalmente, ela é decorrente da má postura ou de movimentos repetitivos.

Muitas das pessoas relatam dor no ombro esquerdo ou dor no ombro direito, mas a causa seria apenas decorrente de qual braço o paciente usa mais. Se a pessoa é destra ou canhoto influência em qual lado ela vai sentir mais dor, porque ela irá usar mais um braço do que outro.

Os desconfortos no ombro ainda podem estar ligados a inúmeras outras doenças como angina, luxação, distensão muscular, artrite e até mesmo uma crise de ansiedade pode gerar esse incômodo. Para chegar a uma conclusão é necessário procurar um médico.

Dor no ombro qual médico procurar

Nesses casos, o médico mais aconselhado para procurar é o ortopedista especialista em ombro. Ele terá embasamento o suficiente para analisar a intensidade da dor, sua localização, se é estimulada por algum movimento específico e qual sua frequência. Também analisará se há um limite de movimentação ou inchaços presentes.

Após essa consulta clínica, para se ter certeza do diagnóstico é necessário exames laboratoriais, como radiografia, ressonância magnética, ultrassonografia, tomografia computadorizada, etc.

Tratamento para problemas no ombro

Após toda uma investigação para descobrir o verdadeiro problema do paciente, o tratamento mais indicado será passado.

Quando a causa da dor é algum tipo de lesão traumática é provável que uma cirurgia seja indicada. Ou no caso de fratura no manguito rotador uma intervenção cirúrgica é necessária, pois o caso pode piorar com o tempo.

Mas a maioria dos casos o tratamento indicado é o chamado de conservador. Muitas vezes os problemas encontrados nos ombros como inflamações, bursites e artrite é necessário um cuidado contínuo para toda a vida. Por isso, nesses casos anti-inflamatórios são passados para esse tratamento assim como analgésicos, fisioterapia, educação postural, exercícios físicos, aplicação local de gelo entre outros mais adequados a situação do paciente.

É muito importante não tardar procurar um médico caso a dor persista. Em alguns casos a demora para descobrir a causa da dor pode acabar agravando o problema e piorando a qualidade de vida da pessoa. Por isso, se a dor for persistente procure um médico.

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *