Gerador de ozônio: entenda os cuidados necessários na hora da compra

Os geradores de ozônio são responsáveis por capturar moléculas do ar e transformá-las em moléculas com propriedades purificantes. Esses aparelhos se popularizaram e ganharam espaço no mercado da estética, medicina e outras áreas terapêuticas.

Devido à popularização, o número de marcas e empresas que lançaram esses produtos aumentou consideravelmente – o que fez surgir uma nova preocupação entre os consumidores e especialistas da área: qual gerador de ozônio medicinal é confiável? Afinal, existem opções atualmente das mais diversas procedências.

Contudo, os geradores desempenham um papel importante em diversas áreas de atuação que envolvem até mesmo a nossa saúde.

Desta forma, saber como identificar boas opções no mercado e excluir aquelas que contam com procedências duvidosas é importante. Mais do que isso, é preciso entender quais cuidados básicos ter com o gerador a longo prazo.

São itens tecnológicos, inovadores em muitas áreas. Por isso, custam valores consideráveis (dependendo da marca e modelo, é claro). Ou seja, para não perder dinheiro, o ideal é fazer uma escolha assertiva.

Além de garantir que a saúde de todos estará segura, já que os geradores de ozônio contribuem para tratamentos nas mais diversas áreas médicas, até mesmo para minimizar efeitos colaterais de quimioterapias. 

Para ter certeza de sua eficiência e garantir a proteção das pessoas, apenas um bom gerador de ozônio será útil. Os cuidados a longo prazo prometem deixar a máquina funcionando perfeitamente por mais tempo.

Sendo assim, vamos analisar o que levar em consideração antes de comprar um gerador de ozônio e como cuidá-lo a longo prazo. Acompanhe!

Como escolher o melhor modelo de gerador de ozônio

O ozônio é composto por 3 moléculas de oxigênio. Contudo, não achamos essa molécula de fácil acesso para nós na atmosfera, nas condições ideais para ser utilizada para ozonioterapia.

Desta forma, o gerador de ozônio é um aparelho fundamental. É responsável por capturar as moléculas de oxigênio do ar e, por meio de uma descarga elétrica, transformá-las em ozônio. 

Esse aparelho, além de proporcionar o elemento, também oferece praticidade para os tratamentos, já que é um processo automatizado – ou seja, a máquina fará todo o trabalho. 

A única função humana requerida é ligá-la e desligá-la após o uso. Qual cuidado deve-se ter ao comprar esses equipamentos?

O primeiro é comprar apenas aqueles que tenham o selo ANVISA. Assim garantirá a segurança e bom funcionamento do aparelho. Outro cuidado importante, mais técnico, é que o ozônio reage com diversos materiais produzindo subprodutos nocivos à saúde.

Então, um bom gerador deve ser fabricado utilizando somente materiais resistentes ao ozônio. Como muitos não sabem dessa informação, é sempre bom ressaltar, os mais indicados são materiais, como o aço inox 316L, materiais cerâmicos especiais, teflon, titânio etc. 

É bom ter cuidado, especialmente, com os plásticos e que não têm origem comprovada. Verifique se o aparelho tem ventiladores para resfriação, dado que o calor reduz drasticamente a produção de ozônio. 

É necessário ter a inclusão de secadores de ar à base de sílica para evitar a produção de ácidos nocivos à saúde. Esses são algumas informações importantes para analisar antes de comprar algum equipamento. 

Encontre empresas confiáveis, com boas referências no mercado e estude cada alternativa com cautela. Assim terá certeza de que comprará um bom gerador de ozônio.

Cuidados com o aparelho a longo prazo

Como todo equipamento elétrico, os geradores de ozônio precisam de alguns cuidados básicos no dia a dia para permanecer funcionando bem por mais tempo. Um deles é não usá-lo em ambientes com portas e janelas abertas. 

É imprescindível conferir a voltagem da máquina antes de usá-las. Muitos geradores de ozônio são 220V, por exemplo. Para não queimá-los ou passar por qualquer outro transtorno, o ideal é ficar de olho nesse detalhe.

Usar gerador de ozônio em chuveiros, como muitos indicam, não é recomendável. Lugares quentes podem danificar o gerador e nestes casos, pode causar danos até mesmo na resistência do chuveiro.

O mais indicado é ficar atento, também, ao manual do equipamento, com as indicações de padrão, tempo e potência de uso – já que cada equipamento tem características e exigências específicas. 

Esperamos que nossas dicas tenham ajudado a solucionar suas dúvidas sobre geradores de ozônio. Estude, pesquise bastante sobre o aparelho e terá um grande aliado para a sua saúde em mãos!

Você pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *